Talvez seja verdade que nunca estamos contentes com o que temos, que valorizamos mais o que não conseguimos e que por vezes somos mais exigentes com os outros do que connosco próprios ou com os nossos.

Mas se há coisas que dá para fechar os olhos, fingir que não se vê e seguir em frente, há outras que não dá para ignorar.

Concretamente em relação aos homens não há nada a fazer, são eternas crianças, com um jogo de futebol à frente ou um comando de playstation nas mãos terem 10, 20, 30 ou 50 tanto faz, ficam todos hipnotizados.

E quando estão entre amigos e com uma cerveja nas mãos, bem podemos gritar, ter um colapso cardíaco ou haver uma inundação em casa que eles nem vão reparar.

Discutir a relação em ínfimos detalhes, esqueça! A maioria detesta esse confronto verbal de quem disse o quê, de quem está certo ou errado.

Mas será que vale a pena uma mulher chatear-se por causa disso?

Não vale, acredite há coisas piores.

Quer exemplos?

Vamos lá:
– Olhar para a vizinha, para a prima, para a melhor amiga, para a mãe da colega da escola do filho, isso sim é chato. Ter um homem mulherengo causa estragos enormes ao ego e prejudica a sanidade mental de uma mulher. Estar sempre atenta aos olhares para perceber se há algum comportamento mais despropositado ou uma palavra suspeita é muito desgastante. E o telemóvel, o facebook e os supostos almoços de trabalho? Sinceramente viver na dúvida se anda a ser traída ou não é demasiado cansativo.

Outra coisa horrível é ter um homem mal-educado, aí só há duas soluções, ou lhe oferece um curso de boas maneiras ou o mandar dar uma volta. A falta de educação, as respostas tortas e brutas são das coisas que mais me complica o sistema nervoso. Quando vou ao supermercado e vejo um homem ser indelicado com a mulher só me apetece juntar-me a ela e metê-lo na ordem. Não há nada mais agradável que ter ao lado uma pessoa, que mesmo chateada por algum motivo, sabe conversar sem fazer um escândalo, sem gritos, nem ofensas. Toda a gente sem excepção aprecia ser bem tratado. E se não aprecia é porque tem algum problema mental.

E homens egoístas? Isso é um horror. Aqueles que colocam os seus interesses à frente de tudo e de todos, que só vão ao restaurante que gostam (e o resto da família detesta) e que só se dão com a própria família e ignoram a nossa sem sequer disfarçar.

Para não falar em outras coisas bem mais íntimas em que eles podem ser egoístas e que nos deixam com vontade de arranjar um amante mais novo, musculado e atencioso.

Porque isto de se ser um homem interessante não significa ser narcísico e inatingível. Para se ser um conquistador de verdade há que encantar o outro, seduzir com atitudes e palavras na medida certa. E isso é só para alguns.

E sim, os homens quando querem, sabem agradar a uma mulher. Afinal foram anos e anos a namorar com esta e com aquela, a ouvir as mães, as irmãs, as primas e as amigas. Eles também aprenderam sobre a forma como pensamos e sabem do que nós gostamos. Só que muitas vezes são preguiçosos ou não gostam o suficiente para se esforçarem.

Mas quando acham que vale a pena dizem as coisas certas, fazem elogios, oferecem flores e comportam-se como cavalheiros em todas as situações. Talvez tenhamos que os manter interessados. Saber ser mulheres interessantes e não muito interessadas neles. Afinal quanto mais se sentem ameaçados mais querem agradar.
Talvez seja esse o segredo: – O que os homens são, depende muitas vezes de como as mulheres os tratam!